Aluna pede ao governo que toda criança faça refeição escolar: “Se não tiver comida, o cérebro não aprende”

Em carta aberta ao primeiro-ministro inglês, um grupo de ativistas e crianças em idade escolar pede a implementação da merenda escolar gratuita para todos os alunos do ensino fundamental na rede pública

 

Uma menina viralizou nas redes sociais ao escrever uma carta ao primeiro ministro pedindo que a merenda escolar se torne obrigatória na Inglaterra. Poppy, de 7 anos, aluna do segundo ano, escreveu um texto expressando sua preocupação: “Se você não tiver comida, seu cérebro não aprenderá”. Ao jornal local Mirror, Poppy explicou que escreveu a carta porque queria refeições escolares gratuitas para quando entrarmos no terceiro ano.

Ao contrário do Brasil, onde a merenda escolar oferecida pelo governo é obrigatória nas escolas é considerada um “direito dos alunos da educação básica pública e dever do Estado”, a situação na Inglaterra é um pouco diferente. Na rede pública inglesa, as crianças só tem direito a receber refeições escolares gratuitas até o final do segundo ano do ensino fundamental.

Após esse período, o benefício se aplica apenas a famílias que atendem a certos critérios de elegibilidade. Os alunos são considerados elegíveis se seus pais ganham menos de £ 7.400 (cerca de R$ 44 mil) por ano com o trabalho.

A regra limita o acesso de muitas crianças à merenda. Algumas não se alimentam adequadamente. “Tentei tornar minha carta interessante e agradável. Espero que ele tenha gostado”, disse Poppy. Ela e um grupo de grandes crianças ativistas realizam protestos do lado de fora de Downing Street, pedindo que todos os alunos do ensino fundamental sejam contemplados com a alimentação gratuita.

Crédito: Reprodução/Mirror

Os estudantes estão aumentando a pressão sobre o governo para que a atual legislatura seja modificada, uma vez que ela deixa mais de 800 mil crianças em situação de pobreza no Reino Unido sem acesso a refeições adequadas.

Deputados, ativistas adultos e ativistas crianças, em idade escolar, se reuniram para entregar uma carta aberta ao primeiro-ministro, apelando pela disponibilidade de merenda escolar gratuita para todos. Personalidades como Gary Lineker, prefeito da Grande Manchester, Andy Burnham, e o prefeito de Londres, Sadiq Khan, estão entre os mais de 240 políticos, grupos e líderes religiosos que apoiam a iniciativa. A manifestação recebeu ainda o apoio de 90 mil assinaturas da sociedade geral.

“Se você não tiver uma refeição escolar gratuita, pode ficar com sono e não conseguir aprender. Os pais podem não ter dinheiro para pagar pelas refeições.”, disse Amber, uma aluna da da Monksdown Primary School, em Liverpool, ao site Mirror, durante os protestos.
A mãe de Poppy, Jessica, de 28 anos, compartilhou que as refeições escolares gratuitas são uma salvação para sua família, uma vez que sua filha mais velha, Daisy, de 8 anos, se qualifica para receber essas refeições. Ela mencionou: “Posso perceber uma diferença enorme quando eles estão fora da escola e quando estão na escola. Também vejo uma grande diferença na minha conta de compras.”

Anna Kyrk, vice-diretora da Escola 21 em Stratford, leste de Londres, destacou a importância da igualdade e equidade na escola, especialmente para as crianças. Em entrevista ao Mirro, ela afirmou: “Oferecer refeições escolares gratuitas às crianças e proporcionar a oportunidade de acessar a aprendizagem e alcançar seu melhor é algo fundamental para nós”. Na School 21, todos os alunos do ensino fundamental têm acesso a refeições escolares gratuitas, financiadas pelo Newham Council.

“A diferença é enorme. Do ponto de vista do professor, isso realmente faz toda a diferença, pois oferece suporte às famílias além do ensino dos filhos”, afirmou Kyrk. No entanto, o regime universal não se estende aos alunos do ensino secundário, o que leva alguns jovens a pular as refeições devido à falta de dinheiro. “Imaginar que isso ocorra também nas séries iniciais é realmente doloroso”, concluiu a vice-diretora.

 

Recentes

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Afogamento é a principal causa de mortes infantis. Saiba previnir

Ambientes aquaticos como mares, rios e piscinas não são...

Alunos da rede pública do DF participam palestra sobre responsabilidade ecológica

  O Brasil produz cerca de 80 milhões de toneladas...

Newsletter

Veja também...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Um pedido emocionado de desculpas: “Helena, perdoe o papai”

Em casa, temos uma regra: se a Helena (7...

Canção ‘Baby Shark’ arrecada mais de R$ 110 milhões no YouTube

A canção infantil é a mais assistida na história...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Parece a história de uma mãe, mas é a minha história

Casei-me com uma ex-aluna de faculdade. A mais brilhante...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes de policiais e comunidade Os alunos do projeto de equoterapia e equitação do Regimento Montado da...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o afogamento infantil.  De acordo com estatísticas, pelo menos 1.480 crianças são, anualmente, vítimas de afogamento. O...

Afogamento é a principal causa de mortes infantis. Saiba previnir

Ambientes aquaticos como mares, rios e piscinas não são as únicas zonas de perigo. É importante estar atento também aos objetos do cotidiano A época...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui