Número de mulheres que recorrem a FIV aumenta 44% após pandemia, diz relatório

Dentre as que buscam pelo procedimento estão as que desejam ser mães solo e mulheres homossexuais

O órgão regulador de procedimentos de fertilização humana do Reino Unido, Autoridade de Fertilização Humana e Embriologia (HFEA, na sigla em inglês), constatou um aumento significativo no número de mulheres que investem em congelamento de óvulos e/ou tentam engravidar por meio da fertilização in vitro (FIV), sem estarem em uma relacionamento amoroso ou sem a contribuição de um parceiro do sexo masculinoenvolvido no processo

De acordo com o relatório, houve um aumento expressivo nesse tipo de procedimento, especialmente após a pandemia causada pela covid-19. O documento aponta que 2.001 mulheres solteiras tentaram engravidar por meio da FIV em 2019. Já em 2021, esse número saltou para 2.888, representando um crescimento de 44%. Houve também um aumento de 33% na busca pelo procedimento entre mulheres que estão em um relacionamento homossexual, passando de 1.649 para 2.201 no mesmo período.

Segundo Sarah Norcross, diretora da Progress Educational Trust, organização britânica independente, essa mudança no cenário pode estar relacionada com a pandemia causada pela covid-19. “As restrições à socialização podem ter levado algumas mulheres a pensar mais sobre sua janela fértil e decidir tentar aumentar suas opções reprodutivas”, diz a profissional, que fornece informações para pessoas afetadas pela infertilidade e condições genéticas.

Alison Campbell, diretora científica do Care Fertility Group e professora honorária da Universidade de Kent, da Inglaterra, celebra as mudanças que aconteceram de 2019 para 2021. “As famílias surgem de muitas formas e é bom ver um aumento contínuo no número de pacientes solteiras e lésbicas em tratamento de fertilidade e construindo suas famílias”, comenta.

O relatório do HFEA também revela que a idade média em que as mulheres geralmente recorrem aos tratamentos de fertilidade aumentou para 36 anos, em comparação aquelas que engravidam naturalmente, com idade média de 31 anos.

Investimento

Ainda de acordo com os dados obtidos pelo órgão, o número de pessoas dispostos a investirem financeiramente nessa modalidade de tratamento também aumentou, Em 2019, 52% dos pacientes entre 18 e 34 anos financiaram o tratamento de forma privada. Já em 2021, esse número saltou para 63%.

Em comparação, o financiamento do tratamento pelo Serviço Nacional de Saúde britânico, o NHS, diminuiu, passando de 24 mil ciclos de FIV, em 2019, para 20 mil em 2021 — uma redução de 16%. “Essa é uma uma tendência extremamente preocupante. Embora parte disso possa ser atribuída à pandemia, é improvável que tudo seja por causa dela. O fato de que a maioria das pessoas com menos de 35 anos está tendo que financiar seu próprio tratamento de fertilidade, durante uma crise de custo de vida, significa que muitos não poderão pagar para ter a chance de ter uma família”, explica Sarah.

 

Recentes

Agosto Dourado: postos de saúde terão salas de apoio à amamentação

O objetivo da campanha é que as mulheres continuem...

Agosto Dourado: amamentação previne doenças e ajuda no desenvolvimento infantil

Cerca de seis milhões de vidas são salvas por...

Mãe desenha estrias em boneca Barbie para ensinar filha sobre corpo real

"Fui pesquisar e descobri que 96% das mulheres as...

Mulher foge de conflito armado e dá à luz horas depois de cruzar fronteira

Após uma jornada de dois dias de ônibus, a...

Newsletter

Veja também...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Um pedido emocionado de desculpas: “Helena, perdoe o papai”

Em casa, temos uma regra: se a Helena (7...

Canção ‘Baby Shark’ arrecada mais de R$ 110 milhões no YouTube

A canção infantil é a mais assistida na história...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Parece a história de uma mãe, mas é a minha história

Casei-me com uma ex-aluna de faculdade. A mais brilhante...

Agosto Dourado: postos de saúde terão salas de apoio à amamentação

O objetivo da campanha é que as mulheres continuem a amamentação exclusiva mesmo após a voltar ao trabalho As Unidades básicas de Saúde (UBS), a...

Agosto Dourado: amamentação previne doenças e ajuda no desenvolvimento infantil

Cerca de seis milhões de vidas são salvas por causa da amamentação exclusiva nos seis primeiros meses de vida   Nesta terça-feira (1/8), Dia Mundial da...

Mãe desenha estrias em boneca Barbie para ensinar filha sobre corpo real

"Fui pesquisar e descobri que 96% das mulheres as têm. Mas não há nenhuma boneca representando como isso é normal", defendeu a mãe Os padrões...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui