Na Austrália, gêmeos foram concebidos com 18 dias de diferença 

 Os irmãos são frutos de uma superfetação, quando os fetos são concebidos com alguns dias de diferença

Um casal de tentantes de fertilização in vitro (FIV) já tinham dois filhos concebidos por meio do método quando decidiram ter mais um. A terceira e última tentativa, porém, veio acompanhada de uma surpresa: Sandra Searl já estava grávida de 18 dias.  Os gêmeos são frutos de uma superfetação, ou seja, quando os fetos são concebidos com alguns dias de diferença, e nasceram em abril deste ano. 

Quem vê a realidade dos pais de quatro filhos pequenos hoje nem imagina que, em 2015, a preocupação do casal era não ter filhos nunca. Isso porque, David, marido de Sandra, recebeu um diagnóstico de câncer no testículo. A infertilidade era – quase – uma certeza. Ali, o casal australiano começou a peregrinação em clínicas de fertilidade para começar uma série de exames e tratamentos para FIV.

Antes de começar o tratamento contra o câncer, há oito anos, os médicos orientaram para o casal que esperassem um ano até conseguir formar uma família de forma natural. Os dois decidiram então congelar seus espermatozoides. Todavia, eles descobriram que a gravidez natural não poderia acontecer porque Sandra tinha baixa contagem de óvulos e isto dificultou o processo de concepção. “Passamos por um ano de tratamentos de fertilidade antes de iniciar nossa primeira rodada de fertilização in vitro”, contou a australiana. 

O processo resultou em um embrião implantado, uma semana depois o casal recebeu a incrível notícia da gravidez de Georgia, hoje com 4 anos. “Foi uma semana roendo as unhas antes de descobrirmos que estava grávida!”, exclama. 

Um ano depois, quando Sandra parou de amamentar Geórgia, ela voltou até a clínica para outra tentativa. O casal conseguiu recuperar três dos seis óvulos e geraram dois embriões. Um embrião foi implantado e logo depois descobriram a gravidez de Fred, que nasceu em junho de 2020. 

“Enquanto nos adaptamos à vida como uma família de quatro pessoas, congelamos o último embrião, para possível uso futuro”, contou Sandra. Dois anos depois, em 2022, os dois decidiram usar o último embrião congelado.

O resultado foi bem sucedido: Sandra engravidou novamente. A mulher, no entanto, já estava grávida. “Foi mais uma boa notícia, mas fiquei surpresa quando comecei a sentir náuseas quase assim que descobri que estava grávida da clínica de fertilização in vitro”, contou ao portal. O casal achou que deveria ser uma medicação diferente. 

Leia também: Mãe viraliza ao relatar lista de arrependimentos durante a gestação – Correio Maternoinfantil

“[Os médicos] me disseram que meus níveis hormonais estavam muito altos e perguntaram se tínhamos relações sexuais desprotegidas durante o ciclo, o que não tínhamos. Com os resultados inusitados, houve preocupação de que talvez a gravidez fosse ectópica, então me enviaram para um exame”, detalhou. No exame, a surpresa. A ultrassonografia revelou um bebê de sete semanas e outro de apenas cinco semanas. 

Segundo o que contou ao Mamammia, existem apenas dez casos relatados de superfetação em todo o mundo. Os gêmeos, Poppy e Michael, nasceram de 37 e 35 semanas e 3kg e 2kg, respectivamente. A gestação foi toda saudável, apesar de Sandra contar que teve sangramentos em alguns períodos até completar 20 semanas. “Foi uma gravidez muito desafiadora, porque mentalmente eu não conseguia me preparar para gêmeos”, revelou. 

Caso raro

A superfetação é uma condição ultra rara no qual uma mulher grávida engravida novamente. Não existem dados científicos concretos sobre a quantidade de casos ao redor do mundo. O que se sabe até hoje é que existem somente dez casos registrados e que acontece uma vez a cada um milhão de gestações.

A maioria das informações disponíveis sobre o assunto são provenientes de relatos médicos de casos individuais. Na maioria dos casos, os gêmeos nascem por parto induzido ou cesariana devido a diferença de idade gestacional entre um feto e outro.

Estagiária sob supervisão de Jéssica Andrade*

Recentes

Baby boom: oito professoras da mesma escola engravidam praticamente juntas

Diretora da instituição garante que todos os bebês são...

Casal ucraniano em combate cria uniformes para soldadas grávidas

Desde o início da guerra, o casal já produziu...

Mãe viraliza ao relatar lista de arrependimentos durante a gestação

Entre os itens, ela citou o chá de bebê,...

Newsletter

Veja também...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Um pedido emocionado de desculpas: “Helena, perdoe o papai”

Em casa, temos uma regra: se a Helena (7...

Canção ‘Baby Shark’ arrecada mais de R$ 110 milhões no YouTube

A canção infantil é a mais assistida na história...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Parece a história de uma mãe, mas é a minha história

Casei-me com uma ex-aluna de faculdade. A mais brilhante...

Baby boom: oito professoras da mesma escola engravidam praticamente juntas

Diretora da instituição garante que todos os bebês são recebidos com a mesma animação e entusiasmo na escola Oito professoras deram à luz em nove...

Casal ucraniano em combate cria uniformes para soldadas grávidas

Desde o início da guerra, o casal já produziu 30 uniformes para gestantes A guerra entre Rússia e Ucrânia já perdura por um ano e...

Mãe viraliza ao relatar lista de arrependimentos durante a gestação

Entre os itens, ela citou o chá de bebê, não contar para ninguém a data prevista do parto e visitas ao recém nascido.  Uma mãe...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui