Menino de 5 anos ajuda a salvar mãe que caiu em rio

Ao ver que a mãe não estava conseguindo sair da água, criança correu para pedir socorro. O caso aconteceu na Inglaterra

Um grande herói não precisa de capa. Na Inglaterra, Logan, de 5 anos, salvou a vida da mãe, Kimberley Allison, na última quarta-feira (5/6), ao vê-la cair em um rio. Ao notar que a genitora não conseguia sair da água, o menino não exitou em pedir ajuda às pessoas que passavam próximo ao local.

Leia mais: Número de mulheres que recorrem a FIV aumenta 44% após pandemia, diz relatório

Kimberley, de 39 anos, contou que fez algumas tentativas para sair da água, mas não conseguiu. Então disse ao filho que ambos precisavam manter a calma e pedir ajuda. “Ele gosta de me ver jogando paus e pedras no rio, então soltei a mão dele para pegar uma pedra e dei alguns passos à frente e a margem devia estar muito instável porque me puxou para dentro do rio”, relatou a mulher ao site local Chronicle Live.

A mãe conta que Logan correu imediatamente para pedir ajuda, mas a primeira pessoa que encontrou não tinha celular, então precisaram esperar um pouco mais. “Achei que tinha 10 minutos para sair da água porque estava subindo muito rápido”, relatou a inglesa. No entanto, segundo entrevista concedida ao site, o garoto se manteve calmo e focado em resolver o problema.

Felizmente, uma pessoa conseguiu ligar para o serviço de emergência e os bombeiros chegaram ao local em alguns minutos. “Eu pude, então, ouvir as sirenes e o barulho dos bombeiros correndo [em direção ao rio. Logan os viu chegando e correu pela trilha e sinalizou para eles descerem e disse: ‘Mamãe está lá embaixo'”, relembrou Kimberley, que tem mais dois filhos.

Após o susto, a mulher disse que ficou muito impressionada com a agilidade e inteligência emocional do filho. “Parte disso deve ter sido apenas instinto. Sempre estou atenta para falar sobre os riscos da água, para que ele saiba que se alguém entrar em qualquer tipo de água, você nunca entrará e deverá pedir ajuda. “Mas ele também correu para o caminho para sinalizar para os bombeiros, embora nunca tivesse aprendido isso, ele apenas o fez instintivamente. Ele foi brilhante. Estou muito orgulhosa”, finalizou a inglesa.

Recentes

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Afogamento é a principal causa de mortes infantis. Saiba previnir

Ambientes aquaticos como mares, rios e piscinas não são...

Alunos da rede pública do DF participam palestra sobre responsabilidade ecológica

  O Brasil produz cerca de 80 milhões de toneladas...

Newsletter

Veja também...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes...

Um pedido emocionado de desculpas: “Helena, perdoe o papai”

Em casa, temos uma regra: se a Helena (7...

Canção ‘Baby Shark’ arrecada mais de R$ 110 milhões no YouTube

A canção infantil é a mais assistida na história...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o...

Parece a história de uma mãe, mas é a minha história

Casei-me com uma ex-aluna de faculdade. A mais brilhante...

PMDF oferece equoterapia gratuitamente; Saiba como se inscrever

Vagas são distribuídas entre alunos de escolas públicas, dependentes de policiais e comunidade Os alunos do projeto de equoterapia e equitação do Regimento Montado da...

Senado aprova o Dia Nacional de Prevenção ao Afogamento Infantil

O objetivo é destacar a importância de prevenir o afogamento infantil.  De acordo com estatísticas, pelo menos 1.480 crianças são, anualmente, vítimas de afogamento. O...

Afogamento é a principal causa de mortes infantis. Saiba previnir

Ambientes aquaticos como mares, rios e piscinas não são as únicas zonas de perigo. É importante estar atento também aos objetos do cotidiano A época...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui